27 ago 2014 | por admin
Estudos apontam que redução de estômago pode evitar Alzheimer
Pesquisas indicam que pessoas obesas têm 35% mais riscos de desenvolver a doença degenerativa

Pesquisas indicam que pessoas obesas têm 35% mais riscos de desenvolver a doença degenerativa

Uma considerável redução de peso na idade adulta pode ajudar a prevenir o Alzheimer na velhice, de acordo com uma pesquisa realizada por cientistas da USP (Universidade de São Paulo) com mulheres submetidas à cirurgia bariátrica.

Trabalhos anteriores indicam que pessoas obesas têm 35% mais riscos de desenvolver a doença degenerativa. O novo estudo provou que a PERDA DE PESO, ocasionada pela cirurgia, pode reverter um excesso de atividade cerebral associada à obesidade, melhorando as funções cognitivas. Em tese, essa modificação cerebral pode reduzir o risco de Alzheimer.

O trabalho foi publicado ontem, na revista Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism. Segundo uma das autoras, Cintia Cercato, do Hospital das Clínicas da USP, o estudo foi o primeiro a avaliar a atividade cerebral em mulheres antes e depois de uma cirurgia bariátrica.

— Mostramos que o cérebro é mais um órgão que se beneficia com a PERDA DE PESO induzida pela cirurgia.

Mal de Alzheimer pode ser prevenido com hábitos saudáveis, segundo pesquisa

De acordo com a cientista, vários estudos já apontavam a OBESIDADE como fator de risco do Alzheimer. Segundo ela, os obesos têm resistência à produção de hormônios como a leptina e a INSULINA, que são também importantes para a proteção dos neurônios.

— O objetivo era saber se o cérebro do obeso sofria modificações em relação ao de não obesos e se essas alterações se reverteriam com a PERDA DE PESO.

Usando uma série de testes neuropsicológicos e tomografias com emissão de pósitrons — um dos principais exames para detecção de Alzheimer — os pesquisadores examinaram as funções cerebrais de 17 mulheres com OBESIDADE mórbida antes da cirurgia bariátrica e 24 semana depois da intervenção.

— Antes da cirurgia, encontramos algumas áreas do cérebro das pacientes que tinham taxas de atividade metabólica mais altas que as das mulheres com peso normal.

O aumento da atividade cerebral ligado à obesidade ocorre no cíngulo posterior — a primeira área do cérebro que é comprometida quando se manifesta o Alzheimer, segundo ela.

Leia mais no site: http://noticias.r7.com/saude/reducao-de-estomago-pode-evitar-alzheimer-27082014 

Comentários:

Relacionadas

CURTA NOSSA PÁGINA

ÚLTIMOS VIDEOS

AV. VEREADOR MARCUS PAIVA, 65
CIDADE NOVA, ILHÉUS/ BAHIA
TELEFONE: (73) 3231.7824
EMAIL: COMUNICACAO@NACIONALCOOP.COM.BR
COPYRIGHT © 2012/2014 - NACIONALCOOP - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS